Parceiros
DestaqueSetúbal

Câmara de Setúbal acusa Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares de ‘insistir em falsas declarações’

- publicidade -

A Câmara Municipal de Setúbal enviou esta tarde um comunicado às redações, no qual afirma que a Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares tem realizado «falsas declarações», referindo-se a declarações de Ana Catarina Mendes desta quinta-feira.

«A propósito das afirmações proferidas hoje pela senhora ministra dos Assuntos Parlamentares, salienta que esta autarquia articula, desde há muito, a sua atividade em matéria de acolhimento e integração de imigrantes com o ACM – Alto Comissariado para as Migrações, ao contrário do que é reafirmado esta quinta-feira pela governante» refere o comunicado.

«Como é do conhecimento da senhora ministra, a Câmara Municipal de Setúbal, logo que começou a guerra da Ucrânia, comunicou ao Ministério dos Negócios Estrangeiros a sua disponibilidade para acolher refugiados deste conflito.

Depois de o ministério ter encaminhado a nossa disponibilidade para o ACM, encetámos, de imediato, no dia 7 de março, a cooperação com o Alto Comissariado, cooperação que, aliás, contribuiu também para a criação da Linha Municipal de Apoio a Refugiados, igualmente com o envolvimento do Conselho Local de Ação Social de Setúbal (organismo que reúne as entidades do Estado e outras com responsabilidades em matérias sociais).

Em todo este período, por razões decorrentes do acolhimento de refugiados ucranianos, foram ocorrendo vários contactos bem documentados entre as duas entidades, que a senhora ministra deverá conhecer.»

Para a autarquia «a senhora ministra, e recordamos o motivo da nossa indignação, indicou, em declarações na Assembleia da República, que a Câmara Municipal não mantém uma relação estreita com o ACM.

A senhora ministra garante, ainda, que a Câmara Municipal recusou um convite do ACM para estar numa sessão de esclarecimento promovida pelo Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), em Setúbal, sobre o acolhimento de refugiados.

Tais afirmações são falsas.»

Perante estas afirmações, a Câmara Municipal insta «a senhora Alta Comissária a informar a senhora ministra sobre estas matérias.

Insistimos que se impõe, da parte da senhora ministra, o reconhecimento público de que, no mínimo, cometeu um lapso.»

Por último deixam uma crítica: «esperamos que a senhora Ministra Ana Catarina Mendes não esteja a confundir as suas responsabilidades nacionais com a sua atividade política no Concelho por onde foi eleita pelo Partido Socialista para a assembleia municipal e como deputada pelo distrito de Setúbal.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário