Pinhal Novo
Em Destaque

Câmara de Palmela prepara-se para adquirir antiga Pluricoop a sul do Pinhal Novo

Câmara de Palmela prepara-se para adquirir edifícios históricos em Pinhal Novo num investimento de vários milhões de euros.

- publicidade -

Na passada quinta-feira, o projeto “Eu Participo”, foi realizado com casa cheia de munícipes que não quiseram deixar de apresentar as suas preocupações e problemas que estão a ser vividos em algumas zonas da freguesia. Problemas esses que muitos tem haver na sua maioria com o mau estado de caminhos rurais ou bermas tapadas pela vegetação.

Uma das preocupações apresentadas foi a de Armando Dias, antigo trabalhador da Pluricoop, que levou à colação os destinos dos edifícios da antiga Pluricoop que estão no lado sul da vila e em extremo abandono. O presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Amaro, acabou por explicar que aquele edifício está a ser adquirido pela autarquia ao banco, mas que atualmente decorre um concurso para ver qual é o investidor que dá mais valor pelo imóvel.

Álvaro Amaro acredita que o edifício possa vir a ser comprado pelo município de Palmela, pois foi o mesmo confrontado por uma situação menos boa, isto porque o Clube Pinhalnovense tem cinco dias para abandonar as antigas instalações da Pluricoop que se localizam a norte da vila, e o município de Palmela conseguiu mesmo antes da escritura, ter autorização da banca para que possa instalar na parte social da Pluricoop sul, os serviços do Pinhalnovense.

O edil explicou ainda que a aquisição daquele edifício vai ser importante para a Câmara Municipal, que pretende assim instalar ali serviços municipais, a Comissão de Proteção de Jovens e Crianças entre outros serviços de apoio também às coletividades.

Álvaro Amaro acredita que a reabilitação do edifício terá para além do custo de aquisição, um acréscimo de 500 mil euros, valor esse que não irá chegar para tudo.

Edifício Santa Rosa prepara-se para ser alojamento local e espaço cultural

Aqui nascerá um alojamento local e um espaço cultural

Também uma das preocupações de Armando Dias foi o que fazer com o edifício Santa Rosa, este imóvel pertença da autarquia de Palmela e que está todo entaipado.

O presidente da Câmara Municipal adiantou que “aquele edifício efetivamente é da Câmara Municipal de Palmela e ainda bem que está entaipado, porque se não o tivesse já estaria mais que vandalizado. O que temos projectado para aquele espaço é um alojamento local, que não temos aqui em Pinhal Novo, mas para isso teremos que ter investidores privados. Também está pensado para outra parte do edifício instalar um equipamento cultural para os nossos artistas“.

O Diário do Distrito teve acesso a uma informação que o edifício Santa Rosa foi cedido pelos proprietários para que uma vez o Pinhal Novo passa-se a concelho, que seria ali instalado os Paços do Concelho. A Câmara Municipal de Palmela já apresentou a sua ideia para a reabilitação do edifício, dando um novo alento para a comunidade.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui