Estilo de Vida

Cabana: O projeto que eterniza a Natureza na sua casa

- publicidade -

A Cabana é um projeto de um jovem montijense que, em plena pandemia, não baixou os braços e começou a fazer arte de madeira. Wilson Marques molda a Natureza para dar forma a objetos comuns do nosso dia-a-dia, como candeeiros, bengaleiros e muitos outros artigos.

Candeeiro Trissauro

A arte sempre fez parte da vida de Wilson, que aliou esta paixão à Natureza, criando peças únicas, feitas a partir de ramos e troncos que encontra pelo mato e, à partida, ninguém quer. O objetivo da Cabana é eternizar a Natureza na casa das pessoas.

A Natureza é a mais bela forma de arte, um dia alguém disse “Se você realmente ama a Natureza, encontrará beleza em todos os lugares”. E foi assim que esta história começou.

Candeeiro Trissauro

O jovem de Pegões começou o projeto da Cabana “por três razões, por causa das Artes e porque durante a pandemia fiz muitas caminhas e corridas no campo, no meio de pinhais e, conseguia ver diferentes formas interessantes nos galhos, ramos e troncos”. A terceira razão que levou o jovem montijense a lançar-se neste projeto foi“a parte financeira, a pandemia fez abrandar a atividade da minha empresa e, sem o curso de Arquitetura acabado tive de encontrar uma saída. Decidi pôr mãos à obra e começar a recriar, moldar e adaptar todos os ramos e troncos que, para mim têm interesse, no seguimento de criar objetos a partir dali”.

O conceito da Cabana é ser“o mais natural e sustentável possível, 90 % da madeira que uso é reciclada, seja por desperdício de outras industrias, como o abate de árvores, para revenda da madeira, onde os ramos ou troncos mais estreitos, pequenos ou irregulares não são aproveitados e, a maior parte das vezes ficam no chão. Foi aí que encontrei a minha oportunidade, assim como resto de madeiras de obras, do restauro de casas antigas ou sobras do material utilizado”.

Candeeiro Trissauro

Os artigos que a Cabana dispõe para venda são candeeiros, bengaleiros, tábuas, caixas, bancos, mesas e muitos outros artigos. O céu é o limite, no que diz respeito à imaginação. Para a Cabana, nada é impossível. Se sonha em ter um objeto feito a partir da Natureza, mas não tem uma ideia definida, Wilson ajuda-a a tornar essa ideia em realidade.

Os objetos com mais sucesso têm sido os originais Trissauros, devido à sua forma irregular e única. “Trissauros porque, além de todos terem três pernas, com o objetivo de dar estabilidade ao objeto e, porque têm uma forma semelhante a um dinossauro”. Os famosos candeeiros remetem-nos para o período jurássico. Se é fã dos famosos filmes Jurassic Park, então este é um objeto que vai mesmo querer na sua casa.

Wilson Marques é um jovem “sonhador”, que sempre esteve ligado às artes, tendo chegado a desenhar para um jornal do Montijo. Fez o secundário na Escola Secundária Jorge Peixinho e, foi na Universidade de Évora que começou o ensino universitário, no curso de Arquitetura “O curso está praticamente terminado, estou neste momento a acabar a tese, a parte mais importante. Estava praticamente desempregado, embora tenha outra empresa ligada aos trabalhos florestais, como apanha de pinha, limpeza de matas e cargas de cortiça, mas devido à pandemia abrandámos a atividade”.

O jovem empreendedor utiliza muitas vezes barrotes, por exemplo, que albergaram famílias, tendo acompanhado as suas histórias e perdurado no tempo, como é o caso do candeeiro Vintage, que foi construído sob um barrote com 50 anos.

Bengaleiro

“A Cabana é a forma mais pura da Natureza, é trazer para dentro de casa um pouco do coração do planeta que já deu vida e, agora é recriada com uma vida longínqua”, conta-nos Wilson.

O processo criativo da Cabana passa por várias etapas, Wilson passa os seus dias nos pinhais, à procura do ramo ou tronco que daria um artigo perfeito para eternizar a Natureza, que à partida ninguém quer, em casa. “O olho de artista tem de ter a capacidade de conseguir ver um ramo e imaginar uma peça, seja na posição que o encontrei ou numa diferente. O que muitas vezes acontece é que, aparentemente, o ramo está em bom estado, mas ao pegar nele ou trabalhá-lo está podre ou não tem resistência suficiente”.

O estudante de Arquitetura não tem dúvidas, “todas as peças que encontro moldadas pela Natureza são perfeitas, cada uma à sua medida”.

“Trabalhar com esses artigos é muito cativante, pois temos muita escolha e isso é a melhor parte. Não vai haver uma peça igual no mundo, pois a Natureza não se repete, só se for manipulada”, diz-nos.

- publicidade -

O maior desafio que Wilson encontra quando esculpe as suas peças são “os bichos da madeira, uma madeira consumida por bichos, que leve o tratamento, fica com todas as aberturas feitas pelo bicho da madeira, é como imaginar uma lagarta dentro de uma maçã, e ao cortar vemos toda a sua escavação”.

A especialidade da Cabana são todas as peças que a Natureza dá, porque é a maior obra-prima que existe, Wilson tenta deixar as peças o mais similar com o seu estado natural possível, de forma a sentir que tem a Natureza em casa. Muitos dos artigos “têm pouca intervenção minha para brilhar, e por sua vez, são as peças que se vendem mais”.O proprietário afirma que os candeeiros são a sua maior especialidade.

Escada

O que Wilson mais deseja é que “o meu trabalho seja valorizado, pois eu não abato nenhuma árvore para tirar o ramo ou tronco. Tenho de passar muitas horas no meio da Natureza à procura dessas peças única. Gostava que a Cabana crescesse, mas não muito, porque acho que ia perder um pouco da magia, da simplicidade e da Natureza que tem”.

Para encomendar um artigo, basta contactar a Cabana através das redes sociais. “Neste momento estamos no Instagram e no Facebook, basta contatar-nos por uma dessas plataformas. Futuramente vou investir num site e, se realmente este projeto crescer como esperamos, o objetivo é abrir uma loja física, para oferecer um atendimento mais personalizado e, para os clientes poderem ver e tocar na peça antes de comprar. Acredito que é muito importante manter a comunicação com os clientes”, refere Wilson.

Mesa de cabeceira

A Cabana é um pequeno projeto montijense a dar os primeiros passos em direção ao sucesso. Pode encomendar o seu pedaço da Natureza esculpido para ter em sua casa, basta contactar a página de Facebook ou Instagram. A Cabana entrega ao domicílio na zona do Montijo ou por correio.

Contactos

Pegões, Montijo

934 044 186

Facebook

Instagram


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui