AtualidadeAveirocoronavírusNacionalSociedade

Bombeiros de Arouca com 9 casos de Covid-19 e estão reduzidos a metade

A assegurar o serviço no quartel estão agora 38 bombeiros.

- publicidade -

O corpo ativo dos Bombeiros Voluntários de Arouca está reduzido a metade, depois de confirmados nove casos de Covid-19 entre os seus operacionais, estando 30 em quarentena.

Segundo informa o comandante José Gonçalves à agência Lusa, todos os infetados com o vírus SARS-CoV-2 “estão bem e sem sintomas”, tendo ficado em isolamento no Centro de Formação do Gamarão, na freguesia de Canelas, já que esse espaço dispõe de “ótimas condições para acomodar os nove doentes em segurança”, evitando riscos para as respetivas famílias durante a sua convalescença.

tarot terapêutico

Todos os cerca de 80 operacionais foram sujeitos a testes de diagnóstico, sendo que, de acordo com as datas em que os 30 bombeiros em isolamento domiciliário contactaram com os infetados, alguns dos que estão em quarentena “já começam a regressar ao trabalho a partir da próxima quarta-feira”.

A assegurar o serviço no quartel – que é o único no território de Arouca, cuja área é de quase 330 quilómetros quadrados, 80% dos quais de espaço florestal – estão agora 38 bombeiros, em horários rotativos.

Quanto à eventualidade de incêndios rurais ou outras ocorrências de grandes dimensões, o comandante mostra-se tranquilo: “Se houver alguma situação dessas, contaremos com os nossos colegas bombeiros de outras corporações, como sempre aconteceu até aqui”.

A presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, diz que o recente aumento de casos de covid-19 no concelho demonstra que não é altura de se descurar a adoção de comportamentos responsáveis.

“Nestes últimos dias tem-se verificado um aumento do número de pessoas infetadas no concelho, situação que está a ser acompanhada de forma próxima e atenta pelo Município, em estreita articulação com os serviços de saúde e demais agentes da proteção civil, diz a autarca.

A autarquia de Arouca impôs ontem um novo horário de funcionamento aos estabelecimentos locais de restauração e similares. Até 11 de setembro, só podem ter portas abertas até às 23:00, devendo os últimos clientes abandonar o recinto até às 23:59.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui