AtualidadePolítica

Bloco é que vai decidir eleição de Centeno no Banco de Portugal

publicidade

A saída de Mário Centeno de ministro das Finanças não foi vista com bons olhos por parte dos parceiros europeus, e por cá, a coisa promete ser escaldante nos próximos dias. O primeiro confronto no Parlamento é já na próxima semana, pois a Assembleia da República vai discutir o caminho de Mário Centeno até ao Banco de Portugal: de um lado, a direita quer travar a nomeação com uma nova lei – proposta apresentada pelo PAN e PEV – , do outro lao o PS conta com a esquerda para travar o impedimento que pode levar o “Ronaldo” das Finanças até ao lugar de governador do Banco de Portugal.

Centeno numa entrevista que deu à RTP disse ter falado com o primeiro-ministro e demonstrou a vontade e desejo de ser governador. António Costa tomou nota e também terá deixado a intenção de indicar o seu nome para governar os destinos do Banco de Portugal.

A luta pelo contorno da lei será debatida na próxima semana para que o nome de Mário Centeno seja anunciado pelo Governo para o lugar no Banco de Portugal.

Mas nem tudo serão “rosas” para os socialistas, depois da aprovação, ainda vem a parte da generalidade, de um projeto lei que cria um período de cinco anos para que ministros possam ser governadores do BdP. O PAN e a direita querem urgência no processo para a legislação seja aprovada o mais breve possível, fazendo tudo para que o projeto seja aprovado mesmo antes do primeiro-ministro decidir quem vai ser governador.

Para o PS e Governo a aprovação da lei na generalidade já caiu no ridículo e incredulidade, pois apelidam a urgência do PAN e da direita de quererem travar a nomeação de Centeno que vai sair formalmente do Governo já na próxima segunda-feira.

 

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui