AtualidadeBeja

Beja | ASAE apreendeu ovos com validade expirada após intoxicação alimentar

- publicidade -

A ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica instaurou um processo-crime no âmbito de uma intoxicação alimentar que atingiu cerca de 70 alunos e funcionários em cinco escolas dos Agrupamentos de Escolas N.º 1 e 2 de Beja.

Elementos da Unidade Regional do Sul – Unidade Operacional de Évora, deslocaram-se a Beja no final da última terça-feira, imediatamente após ter sido acionada pelos canais próprios de alerta e de emergência, em estreita articulação com as autoridades de saúde locais, face à hospitalização de 70 crianças no Centro Hospitalar de Beja.

Foi apurado que a origem da intoxicação alimentar estava centralizada num Centro Cultural e Social que procedia ao fornecimento das refeições e, em articulação com os serviços do Ministério Público territorialmente competentes, foram realizadas diversas diligências investigatórias, atinentes à descoberta da causa da toxinfeção alimentar, mediante recolha de prova e indícios microbiológicos.

Das diligências resultou a instauração de um processo-crime, por Corrupção de Substâncias Alimentares ou Medicinais, e a apreensão de vários géneros alimentícios – 240 ovos (com validade expirada) e 40 Kg de produtos alimentares, por suspeitas de se encontrarem anormais avariados, bem como, na recolha de 8 amostras dos alimentos ali confecionados e constantes da ementa semanal, as quais serão alvo de análise pelo Laboratório de Segurança alimentar da ASAE.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui