InsólitoInternacional

Bebé nasce com ADN de três pessoas diferentes, com ajuda de um português

publicidade

Um bioquímico português, que trabalha em Barcelona, esteve envolvido no processo que fez nascer esta semana um bebé com ADN de três pessoas diferentes, na Grécia.

Esta técnica está a causar polémica por ser considerada uma técnica de fertilização in vitro experimental, conhecida como doação mitocondrial.

De acordo com edição online do Correio da Manhã, a técnica foi utilizada por médicos gregos e também pelo bioquímico português Nuno Costa Borges, que defende que este processo pode ajudar “inúmeras mulheres”.

O menino nasceu na passada terça-feira, dia 9 de abril, e encontra-se bem de saúde, assim como a mãe, de 32 anos.

O processo combinou um óvulo da mãe, o esperma do pai e o óvulo de uma doadora. É considerado um avanço histórico na ciência, por ser ser a primeira vez que uma técnica de fertilização in vitro envolve três pessoas com ADN distintos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui