Parceiros
AtualidadeGuimarãesPaísPolíticaSociedade

BE pinta banco LGBT em Guimarães. Foi vandalizado poucas horas depois

- publicidade -

No domingo passado, o Bloco de Esquerda pintou um banco com as cores do arco-íris em Guimarães, na Alameda de S. Dâmaso. “Um banco do amor”, chamou-lhe o partido liderado por Catarina Martins.

A pintura foi um acto “contra a discriminação, por mais igualdade e inclusão”, segundo o Bloco de Esquerda.

No entanto, em menos de 24 horas foi rasurado, pintado com tinta preta e palavras homofóbicas.

As reações nas redes sociais foram imediatas.

No Facebook do Bloco, uma usuária escreveu “ficou mais bonito assim”.

Já no Twitter, houve quem questionasse: “Mas porque carga de água andam a pintar bancos que são de toda a gente? Pediram há [erro gramatical do autor do tweet para “à”] câmara municipal autorização?”

Mas as respostas não se fizeram esperar: “Infelizmente, a luta pela igualdade e inclusão ainda incomoda muita gente. Mas teremos sempre força para lutar! E tinta”, escreveu um usuário.

Também Jo, médico e conhecido ativista LGBT, afirmou: “Por cada ato de homofobia, levantamo-nos 2, 3, 4, infinitas vezes. Repintaremos o banco”.

Recorde-se que o Bloco de Esquerda tem no seu programa eleitoral várias medidas para defender e promover os direitos humanos de pessoas LGBTQIA+.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário