Barreiro

Barreiro | Barreirense: “nós sempre fizemos questão de falar do Chalana aos mais novos”

Nascido a 10 de fevereiro de 1959 e criado no Barreiro Fernando Chalana deu os primeiros passos em direção ao golo quando jogava nas ruas do Lavradio. Ainda como jovem criança, o pequeno genial, juntou-se à equipa do Barreirense na época desportiva de 1973/1974 no escalão juvenil onde competiu em nome do Barreiro.

Segundo contou, ao Diário do Distrito, a presidente do Barreirense, Maria João, “aquela geração lembra-se bem do chalana” e que “sempre fizeram questão de falar no Chalana e de outros jogadores de sucesso que saíram do barreirense. Hoje os mais jovens falam mais do João Cancelo, defesa direito do Manchester City, mas de facto o Chalana continua a ser uma referência para os nossos jovens atletas”.


Maria João revela ainda que, em termos pessoais e em conjunto com a direção, estão de luto pelo “pequeno genial, que depressa se tornou num grande genial”. Remata que o ex-jogador “é uma lenda que ficará para sempre na história dos imortais, tanto no clube do barreirense como no futebol”.

Com o talento visualizado pelo olheiro Ângelo Martins, Fernando Chalana, acabou mesmo por ser contratado pelo Benfica, na altura presidido por Borges Coutinho, na época seguinte. Quem pensava que esta mudança ia abalar Chalada, estava puramente enganado, visto que o jogador, segundo menciona o Benfica na bibliografia do ex-jogador, teve uma “ascensão meteórica” no clube dos encarnados, onde passou as 13 épocas seguintes.

Fernando Chalana faleceu na madrugada desta quarta-feira, com 63 anos, deixando para trás família, colegas e admiradores, que vão certamente carregar a lembrança de um dos melhores e mais icónicos jogadores de Portugal.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.