BARREIRO – Agressor de mulheres saiu do Hospital

0
1298
DR
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O ‘monstro do Barreiro’ como passou a ser conhecido Bruno Miguel Costa, saiu do hospital do Barreiro, onde esteve internado compulsivamente durante cerca de um mês, segundo informação confirmada pelo irmão à Record TV.

«Mais uma vez, o Bruno foi libertado. A pena dele é tomar a injeção todos os meses. Se não a levar, a PSP vem buscá-lo para internamento. Ele já saiu do hospital e está em casa, no Barreiro», referiu.

Também uma mulher, residente no Barreiro, deu conta de ter visto o agressor a passear na cidade.

Bruno Miguel Costa tem vindo a ser acusado há quinze anos por agredir mulheres na via pública, sem que até agora, apesar das queixas e dos processos judiciais, tenha sido condenado por qualquer uma dessas agressões.

Desde jovem que lhe foi diagnosticada esquizofrenia e tem vindo a ser seguido no departamento de psiquiatria do Hospital do Barreiro.

 

No dia 4 de outubro, várias dezenas de pessoas concentraram-se frente ao Tribunal do Barreiro exigindo justiça e o não arquivamento sucessivo das queixas, tal como o Diário do Distrito noticiou.

Foi também criado o grupo de intervenção cívica ‘Ação Contra a Violência de Género’, que pretende combater a violência de género, que se apresentou e levou esta caso à Assembleia Municipal do Barreiro, ficando os eleitos do poder local sensibilizados com o tema e prometido tudo fazerem dentro do seu alcance.

Decorre também online uma petição pública que exige o internamento compulsivo «pelo tempo necessário ao seu tratamento e reinserção no meio social, tendo em vista os seus problemas psicológicos (esquizofrenia)?», que já ultrapassou as seis mil assinaturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome