Palmela

Autoeuropa sofre impacto da pandemia covid-19 e está em alerta com a concorrência do norte de Espanha

- publicidade -

A Autoeuropa sentiu os efeitos da pandemia Covid-19 na produção do ano passado que reduziu além do esperado.

O Diretor geral da Autoeuropa, Miguel Sanches, citado em comunicado de imprensa, falou da “mudança da indústria automóvel”, o que torna fundamental um posicionamento da fábrica de Palmela perante a concorrência norte de Espanha.

Em comunicado a unidade portuguesa da Volkswagen adianta que “encerrou em 2020 num ciclo de crescimento no qual se afirmou novamente como a principal exportadora nacional”.

Na prática produziu 192 mil unidades em 2020, a maioria do modelo T-Roc, o que lhe garantiu o equivalente “a 1,4% do PIB nacional, e a 4,7% do total de exportações do país”.

Atualmente conta com  5.282 colaboradores, destes 98% com vínculo permanente e que estão em sobressalto com o romper de um “clima de grande incerteza e vulnerabilidade global devido à pandemia, e num contexto de mudança da indústria automóvel no qual teremos que encontrar argumentos para nos posicionarmos de forma competitiva em relação à concentração de capacidade produtiva existente no centro da Europa e particularmente no norte de Espanha“, alerta.

“Continuaremos com a agilidade de sempre a procurar transformar desafios em oportunidades”, afirma com positividade o responsável pela fábrica de Palmela.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui