Seixal

Autocarro do Benfica atacado no Seixal por membros dos No Name Boys, diz a PSP

A Polícia de Segurança Pública (PSP) revelou hoje que o ataque foi efetuado por membros da claque "No Name Boys".

publicidade

No dia 4 de junho o autocarro do Benfica foi apedrejado no Seixal, após o jogo frente ao Tondela. A Polícia de Segurança Pública (PSP) revelou hoje que o ataque foi efetuado por membros da claque “No Name Boys”.

Ddurante a investigação foi possível apurar que, após o encontro entre as equipas do Benfica e Tondela, um grupo de indivíduos pertencente aos No Name Boys, orquestrou o ataque ao autocarro do SLB, através de arremessos de pedras”.

O grupo de indivíduos realizou ainda “danos e ameaças, através de inscrições nas paredes e portas de residências de alguns jogadores e treinador”.

O Comando Metropolitano de Lisboa, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 12 de novembro, informou que também procedeu à detenção “de um homem de 27 anos por suspeita de atentado à segurança de transporte rodoviário e de tentativa de homicídio. O detido está indiciado como um dos responsáveis pelo arremesso das pedras ao autocarro do Sport Lisboa e Benfica no passado dia 4 de junho”, pode ler-se.

“A maioria dos indivíduos envolvidos já se encontrava em prisão domiciliária no âmbito do mesmo processo”. Este último suspeito foi presente “a um primeiro interrogatório judicial na quinta-feira, tendo-lhe sido decretada a aplicação da medida de coação mais gravosa – prisão preventiva”.

Recorde-se que Zivkovic e Weigl sofreram ferimentos ligeiros durante o ataque, e tiveram de ser transportados para o hospital.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui