Montijo

Autarquia do Montijo acusa vereador de ‘devassa e profanação’ no cemitério municipal

- publicidade -

A Câmara Municipal do Montijo enviou esta sexta-feira uma nota de esclarecimento ao Diário do Distrito acerca de um vídeo partilhado no dia 4 de Agosto nas redes sociais pelo vereador do PSD/CDS-PP, João Afonso, sobre o tratamento dado aos restos mortais no cemitério municipal do Montijo.

Neste vídeo o vereador acusa a autarquia de não proporcionar condições no tratamento das ossadas retiradas das campas, e alega falta de condições para os trabalhadores municipais no tratamento desses restos mortais.

Na nota produzida pelo Gabinete da Presidência da Câmara Municipal do Montijo, pode ler-se que «perante algumas considerações  desajustadas  e infundadas, tornadas públicas pelo Vereador da oposição do PSD nas redes sociais sobre os procedimentos adotados pelos trabalhadores dos cemitérios municipais, impõem-se os seguintes esclarecimentos:

  1. Uma gestão cemiterial moderna  e  competente prevê inumações temporárias e exumações programadas e concertadas com as famílias dos  falecidos, de  modo a assegurar  que  exista espaço disponível adequado para novas inumações, em total respeito pela saúde pública, pela Lei e pela memória dos mortos.
  2. Nos termos do Regulamento dos Cemitérios vigente, as exumações anuais só  ocorrem com  prévia autorização  da  Câmara  Municipal  e depois   de notificada   a   família, sendo mesmo proibida   qualquer exumação   no cemitério, sem que   se   mostrem   verificadas essas premissas.
  3. Desde o momento da exumação das ossadas até à entrega das urnas com os  restos  mortais às  famílias,  estão  previstos  procedimentos obrigatórios, determinados por regras de saúde pública, como sejam a lavagem,  tratamento  e secagem  das  mesmas,  que  são  realizadas cumprindo    todas   as   normas   de   higiene   e   segurança pelos trabalhadores municipais afetos ao serviço cemiterial.
  4. Perante estes procedimentos,  as  considerações  realizadas  pelo Vereador da oposição do PSD, são totalmente desajustadas e procuram passar  uma  ideia  errada dos  procedimentos  desenvolvidos  pelos trabalhadores  dos  cemitérios, que,  aliás,  desempenharam um  papel fundamental durante toda a pandemia.
  5. Ademais, o Regulamento dos Cemitérios também proíbe filmagens e captação de imagens no  espaço  cemiterial,  sem  prévia  autorização, proibição  essa  que decorre do  dever  de sentimento  de piedade  pela memória dos defuntos.
  6. Por tudo isto, os montijenses assistiram perplexos e incrédulos às filmagens e considerações do Vereador da oposição do PSD, sobre os procedimentos normalmente desenvolvidos    pelos    serviços    dos cemitérios municipais.
  7. Uma vez mais, assistimos a uma conduta inqualificável e totalmente censurável por parte do  Vereador  da  oposição  do  PSD  que, em desespero para obter algumas visualizações e protagonismo nas redes sociais, profana a memória dos defuntos e desconsidera o sentimento de piedade e o respeito devido aos nossos antepassados.
  8. Destes abusos sistemáticos, com exposição dos serviços municipais, com devassa dos espaços  municipais sem  que  para  tal  se  mostre autorizado e com profanação de ossadas e violação do sentimento de respeito para    com os defuntos, serão retiradas as devidas consequências legais.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo