Parceiros
DestaqueGrândola

Autarquia de Grândola suspende PDM para impedir novos empreendimentos turísticos

- publicidade -

A Câmara Municipal de Grândola aprovou a suspensão do Plano Diretor Municipal (PDM) para impedir a especulação imobiliária e a aprovação de novos empreendimentos turísticos em duas freguesias do concelho, revelou esta quinta-feira o autarca citado pela Lusa.

A medida pretende contribuir para «que o investimento turístico e imobiliário não se transforme num risco para a natureza, o ambiente e as populações, afirmou presidente António Figueira Mendes (CDU).

A suspensão do PDM foi aprovada pela Câmara Municipal e pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo e vai ser votada, na sexta-feira, pela Assembleia Municipal de Grândola.

Esta medida visa a fixação de medidas preventivas que «vão incidir apenas nas freguesias de Melides e do Carvalhal para que não sejam aprovados mais empreendimentos turísticos nas respetivas áreas geográficas».

Estas medidas preventivas, que permitem à autarquia recusar as aprovações, vão estar em vigor até à conclusão do processo de revisão do PDM, na qual serão definidas «regras mais apertadas quanto à aprovação de determinado tipo de empreendimentos».

«Queremos definir a qualidade do próprio empreendimento, o respeito pela natureza e o ambiente e, sobretudo, a exigência em relação aos recursos hídricos e outros valores» referiu o autarca.

«Atualmente existe um conjunto de pedidos concretos para empreendimentos turísticos que estão a ser apreciados, mas quando estes processos estiverem concluídos não serão autorizados mais empreendimentos no concelho de Grândola.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário