AtualidadeAutárquicas 2021

Autáquicas 2021: a “odisseia” dos cartazes vandalizados

- publicidade -

Vários cartazes de promoção eleitoral das Autárquicas 2021 têm sido vandalizados no Distrito de Setúbal. Recorde-se que estas são informações que têm sido vastamente divulgadas pelo Diário do Distrito, mas também pelos diversos partidos nas redes sociais.

Mas o Distrito de Setúbal não é excepção! Estes atos de vandalismo e de estragos têm acontecido também a nível nacional, sem olhar a cores ou partidos: desengane-se, se considera que o mais “afetado” poderá ser o partido chamado de “mais polémico ou fascista”, ou o considerado de mais “pequeno”. Nestas coisas de atos de vandalismo, nem os “opositores” se escapam, e muito menos quem está no poder.

Mas concentrando-nos no Distrito de Setúbal…

Por exemplo, aos primeiros cartazes aplicados pelo Movimento de Cidadãos pelo Concelho de Palmela, as lonas dos placards simplesmente desapareceram da zona, e ao longo dos últimos dias, também o Partido Chega viu as suas “promoções” serem altamente danificadas, sobretudo na freguesia de Pinhal Novo.

Chega – Pinhal Novo

Ainda no concelho de Palmela, para além de outros episódios, importa relembrar as mais recentes notícias que dão conta de disparos contra a comitiva de Linda Oliveira, candidata da coligação CDS – MPT à Junta de Freguesia de Palmela. Uma notícia que pode reler aqui.

IL – Montijo

No Montijo, as candidaturas da Iniciativa Liberal, do PPM – Poder Popular do Montijo, e da coligação “Montijo Conta Comigo”, que reúne o PSD, o CDS-PP e o Aliança, têm visto os seus cartazes danificados com golpadas, pinturas e braçadeiras cortadas.

No Barreiro, os atos de vandalismo aos cartazes do PSD (ver fotografia em destaque), levaram mesmo Bruno Vitorino o candidato à Autarquia, a apresentar queixa à Comissão Nacional de Eleições e ao Ministério Público, conforme noticiou na altura o DD.

Já em Alcochete, a CDU viu um dos seus maiores placards danificados, tendo a equipa política substituído o mesmo, o que víria a acontecer também com o partido Chega.

CDU – Alcochete

Ainda fazendo referência ao Chega, no concelho de Almada a comitiva local chegou a dormir junto do seu cartaz afixado na rotunda do centro sul (conforme as fotografias que se seguem). De recordar que esta foi uma notícia avançada também pelo DD, e que teve como objetivo proteger a própria propaganda de constantes atos de vandalismo.

Lembrar ainda que, apesar de fazermos referência apenas a alguns concelhos do Distrito de Setúbal, quase todos os dias recebemos informações de várias localidades, e abrimos as redes sociais com exemplos de vandalismo de cartazes nas mais diversas formas.

Em contagem decrescente, e apenas a 4 dias das eleições autáquicas 2021, contínua assim aquela que é considerada de “a odisseia dos cartazes”, com consecutivos atos de vandalismo às várias campanhas políticas, atos designados pelos intervenientes de “ataques e afrontas”, e sobretudo de uma constante “falta de democracia e respeito”.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo