Economia

Aumento do salário mínimo nas negociações da esquerda. Patrões não querem discutir

publicidade

O Bloco de Esquerda, PCP e PAN querem o assunto do aumento do salário mínimo discutido nas negociações deste mês, avança o Expresso. O salário mínimo nacional no momento é de 635 euros, mas estava programada a meta de alcançar os 750 euros em 2023.

O Governo ainda não definiu oficialmente o assunto, mas o Expresso resgata declarações do Primeiro Ministro, António Costa, que antecipavam que o aumento não é sequer hipótese para o executivo, pois estava sujeito à “dinâmica do emprego e do crescimento económico”, mas este ano a quebra do PIB será de 9.8% segundo previsões da Comissão Europeia.

Se o Governo se apoia nas dinâmicas económicas para escapar ao assunto, os patrões com a crise provocada pela pandemia covid-19 “nem querem ouvir falar” do aumento do salário mínimo.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui