AlmadaAtualidadeCantinho da Bicharada

Aumento do abandono animais obriga ao encerramento da ‘Onde há gato, não há rato’

- publicidade -

A Associação ‘Onde há gato, não há rato’, que intervém na recolha e esterilização de gatos no concelho de Almada, teve de encerrar portas.

«Nos últimos tempos a taxa de abandono tem sido devastadora, nas duas últimas semanas foram abandonados 13 animais à porta» refere o apelo desesperado enviado ao Diário do Distrito por Lurdes Soares, em nome da equipa da ‘Onde há gato’.

«Desesperamos! O abandono de 7 animais dentro de uma caixa em condições deploráveis, foi a gota de água que fez transbordar o nosso desespero e impotência.

A falta de espaço obriga-nos a fechar ao público e a ter a nossa actividade concentrada nos animais residentes que, devido à sobrepopulação, stressam, atacam-se e adoecem.

Têm sido dias muito difíceis. Somos uma pequena associação onde recai todo um concelho, já de si saturado e com muitas colónias por intervencionar.»

A associação deixa ainda uma informação ao público na qual explica que «encerra devido à densidade de animais no CAT – Centro de Acolhimento Temporário».

A Associação Onde há gato, não há rato constituiu-se legalmente a 14 de Março de 2013, muito embora já desenvolvesse trabalho como grupo informal desde 2012, definindo o concelho de Almada como âmbito de actuação.

O espaço do CAT não deveria ter mais do que 20 animais, tem hoje 92 animais (entre seniores, adultos, juvenis e bebés). Em Família de acolhimento temporário a OHG tem ainda 27 animais. A OHG tem assim a seu cargo um total de 119 animais.

Dentro do CAT os animais atacam-se, adoecem, deprimem e toda a equipa desespera com o sofrimento dos mais frágeis. SEM UM ESPAÇO EXTERIOR, onde os animais possam ter liberdade e segurança NÃO É POSSIVEL CONTINUAR.

A OHG vai concentrar-se exclusivamente a cuidar dos residentes e a promover a adopção responsável dos animais que tem a seu cargo. Fará apenas duas esterilizações por semana por forma a cumprir o acordado no protocolo.»

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo