Parceiros
Economia

Associação pede mais apoio e urgente à hotelaria

Associação pede mais apoio e urgente para as empresas do setor hoteleiro e restauração.

- publicidade -

Foi esta quarta-feira que a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal pediu para que o governo tenha atenção às empresas que estão a passar por uma crise profunda. A associação pediu ainda um “reforço urgente” desses apoios na linha do turismo 2021, o que pode fazer face às dificuldades que muitas empresas estão a passar e que pode vir a ser o fim de parte do turismo.

A associação defende ainda uma linha de crédito de 400 milhões de euros para enfrentar outra crise que está em curso, a subida de preços na energia pode também não contribuir para o bom funcionamento das empresas, essa linha dever de abranger todas as empresas de turismo e restauração.

Segundo especialistas financeiros, essa linha poderá não ser suficiente, explicando que muitas empresas deixaram de conseguir honrar os seus compromissos com impostos e muitas delas apresentam dívidas nas finanças ou segurança social, essa linha de crédito por norma pede a quem se candidata as declarações não dívida ao Estado e os mapas de responsabilidades de crédito e se não estão regularizadas, podem os apoios e as linhas de crédito ser bloqueadas, deixando as empresas vulneráveis e até mesmo fechar portas.

Os especialistas advertem que a lei da concessão de apoios ou créditos possam ser revistas e que haja forma de contornar esses casos, pois muitos desses créditos também servem para regularizar bancos e impostos.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário