Parceiros
DistritoEmpresasSetúbal

Assembleia Geral da Simarsul aprovou contas com saldo positivo de 3,8M€

- publicidade -

A Assembleia Geral ordinária da SIMARSUL realizou-se no dia 25 de março, em formato híbrido, na Quinta de São Paulo da AMRS- Associação de Municípios da Região de Setúbal, onde foram aprovadas as contas do exercício de 2021 da empresa.

Em nota enviada às redações, a Simarsul afirma que este relatório reflecte «o rigor financeiro, a transparência e integridade gestionária da empresa, bem como o cumprimento de objetivos e compromissos assumidos junto dos acionistas apesar das dificuldades acrescidas pela continuação do contexto pandémico».

Mesmo em tempo de pandemia «as contas aprovadas confirmam a prestação em continuidade de um serviço de qualidade essencial para o ambiente e para a saúde pública: tratamento e valorização dos esgotos da população servida por este sistema que abrange os 8 municípios da península de Setúbal» refere a nota.

Os acionistas aprovaram o Relatório do Governo Societário e o Relatório & Contas referente ao Exercício de 2021, que apresentou um volume de negócios de 18,4 M€, enquanto o Resultado Operacional, positivo, foi de 3,8 M€. O total do Ativo da SIMARSUL a 31 de dezembro de 2021 era de 233 milhões de euros.

A empresa realizou em 2021 um investimento de cerca de 2 M€ em conservação e reparação fundamentalmente na atividade de saneamento, prosseguindo o plano de investimentos e a atuação para redução de afluências indevidas, em articulação com as partes interessadas.

Em dados, durante o ano de 2021, as 21 ETAR da SIMARSUL trataram 29.2 Mm3 de águas residuais, e ocorreu um aumento da autoprodução de energia verde, nomeadamente a energia de Biogás que totalizou 956 MWh, mais 22,8% quando comparado com 2020.

A gestão de ativos, o novo plano para a inovação, a digitalização dos serviços, a valorização da água residual tratada no conceito de economia circular, bem como a eficiência energética, «foram apostas em que a empresa investiu recursos por forma a fazer face aos fenómenos das alterações climáticas, sem perder de vista o aproveitamento do potencial das lamas das ETAR, registando-se um incremento de 20,4% de lamas produzidas em 2021 mantendo-se a sua taxa de valorização em 100%».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário