AlmadaDestaque

Assaltantes de supermercado em Almada com apresentações periódicas e inquérito tutelar

As autoridades detiveram em flagrante os dois intervenientes no assalto ao supermercado Minipreço em Almada, com uso a uma caçadeira municiada, no dia 28 de Novembro, tendo sido presentes a primeiro interrogatório judicial pelo Ministério Público de Almada.

O arguido, de 18 anos está indiciado pela prática dos crimes de roubo agravado, de detenção de arma proibida e de ameaça, após ter realizado um assalto de cara tapada e de luvas postas, e ter também forçado, mediante ameaça de arma de fogo, uma funcionária do estabelecimento a abrir a caixa registadora.

Na acusação é referido que «o detido estava acompanhado de um menor que retirou da caixa 186 euros em dinheiro.

Antes de ser surpreendido por agentes da PSP, o arguido ainda ameaçou com a arma uma das clientes do supermercado.»

Realizado o interrogatório, o juiz de Instrução Criminal decidiu sujeitar o arguido às medidas de coação de apresentações diárias no posto policial da área da sua residência, proibição de voltar ao local do crime, de contactar com ofendidos e testemunhas e proibição de se ausentar do pais, para além do termo de identidade e residência.

A inquérito é dirigido pelo DIAP da Procuradoria da República da Comarca de Lisboa – 2ª secção de Almada, com a coadjuvação da PSP.

Relativamente ao menor envolvido nos factos, por ter menos de 16 anos, foi instaurado o competente inquérito tutelar educativo.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.