CrimeSeixal

Assaltante de mercearia na Quinta da Princesa ficou com apresentações periódicas

Homem teve também de entregar o passaporte

- publicidade -

O homem que esta segunda-feira tentou assaltar uma mercearia na Quinta da Princesa, Amora, com recurso a uma arma de fogo, foi detido poucos minutos depois e foi presente ao Tribunal do Seixal pelo Ministério Público para primeiro interrogatório judicial.

O arguido estava acusado pela prática de um crime de roubo agravado na forma tentada e um crime de detenção de arma proibida.

O homem usava um passa-montanhas que lhe tapava a cara e munido de uma arma de fogo, dirigiu-se ao estabelecimento comercial com o intuito de forçar o proprietário a entregar-lhe dinheiro e bens que estavam para venda

Já no interior do estabelecimento, foi surpreendido por elementos da PSP, tendo retirado o passa-montanhas, e abandonado a arma e respetivas munições, colocando-se em fuga. Acabaria por ser detido pouco depois, ainda imediações do local.

Na sequência do interrogatório, o Ministério Público requereu a aplicação ao arguido das medidas de coação de obrigação de apresentação periódica e de proibição de se ausentar para o estrangeiro mediante a entrega do seu passaporte, as quais foram aplicadas pelo juiz de Instrução.

A investigação prossegue sob a direção do Ministério Público do Seixal do DIAP da Comarca de Lisboa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui