Desporto

As partidas mais épicas da história do futebol

Conheças os jogos que marcaram os séculos.

Muitos jogos ao longo da história ficaram na memória dos nossos olhos por vários motivos: emoções, golos e momentos icónicos foram componentes fundamentais que permaneceram na memória de todos durante anos e até foram transmitidos através de gerações de jogadores de futebol. Houve muitas reviravoltas interessantes e inesperadas nos jogos, o que causou uma explosão emocional entre os fãs. Isto é especialmente lembrado por aqueles que fizeram grandes apostas em seus times favoritos em plataformas como roku casino. Vamos ver juntos quais deles foram os mais interessantes.

As melhores finais da história do futebol

Milão – Liverpool – Estádio Olímpico Atatürk – Liga dos Campeões 25/05/2005

Conhecido como “O Milagre de Istambul”, o Liverpool ergueu o troféu da Liga dos Campeões nos pênaltis após uma recuperação espetacular. Ninguém poderia prever tal resultado, com os italianos vencendo por 3 a 0 no intervalo. Foi um excelente primeiro tempo dos ‘rossoneri’, adiantando-se desde o primeiro minuto de jogo com o gol de Maldini e os dois gols subsequentes de Crespo que lhes deram uma vantagem tremenda que parecia impossível. Para espanto dos torcedores, o capitão Gerrard, Smicer e Xabi Alonso colocaram o placar no placar. Dudek completaria o feito com duas defesas improváveis ​​na prorrogação e no pênalti final, com Shevchenko sendo a vítima proeminente.

Liverpool – Alavés – Westfalen Stadion – Taça UEFA 16/05/2001

Numa das mais espectaculares finais da Taça UEFA, toda a Espanha chorou com a equipa do Alavés, que desde então não teve tanta sorte nas épocas seguintes das competições europeias, mas vamos ver o que aconteceu em 2001. A lenda de David e Golias foi perfeitamente representado nesta partida, onde o Liverpool prometeu ficar feliz ao assumir a liderança e ver o adversário repetidamente se levantar da tela.

Jordi Cruyff fez o 4-4 pouco antes do apito final para terminar num agonizante prolongamento onde os Azuis e Brancos ficaram com 9 jogadores e cujo triste final foi representado por Geli, marcando o fatídico golo de ouro na sua própria baliza quando todos estavam pensando em penalidades. O resultado foi tão cruel que a FIFA finalmente eliminou esse sistema de decisão da prorrogação em 2004.

Os melhores jogos das Copas do Mundo

Alemanha – Itália – Westfalen Stadion 07/04/2006

Esta partida foi a melhor prorrogação da história da Copa do Mundo: dois adversários próximos se cruzaram nas semifinais em um jogo excepcionalmente equilibrado durante os primeiros 90 minutos que antecederam a prorrogação, em que os italianos, sob o comando de Marcelo Lippi, trouxeram jogadores como Pirlo, Totti, Iaquinta, Gilardino e Del Piero e nos deram um festival de futebol ofensivo para evitar pênaltis, onde os alemães são historicamente infalíveis. Fabio Grosso abriu o placar com um chute cruzado de escanteio curto e nos deu uma comemoração histórica.

Brasil – Uruguai – Estádio do Maracanã 16/07/1950

No famoso estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, primeiro Schiaffino e depois Ghiggia recuperaram de uma desvantagem de 1 a 0 no segundo tempo, deixando todo o estádio em completo silêncio, incapazes de assimilar que estavam testemunhando a tragédia esportiva mais significativa de seu país.

Argentina – Inglaterra – Estádio Azteca 22/06/1986

A partida Argentina-Inglaterra foi disputada em 22 de junho de 1986, no estádio Azteca, na Cidade do México, pelas quartas de final do México 86, e terminou com vitória por 2 a 1 dos argentinos, eventuais campeões mundiais.

A partida é lembrada tanto pela vitória da Argentina quanto pela atuação de Maradona, que marcou dois gols que desde então ficaram conhecidos como o Gol do Século e o Gol da Mão de Deus.

A partida Argentina-Inglaterra da Copa do Mundo México 86 foi declarada Patrimônio Histórico Esportivo Mundial pelo governo do estado mexicano de Colima e pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais com sede em Barcelona, Espanha.

Retornos épicos

Espanha – Malta – Estádio Benito Villamarín – 21/12/1983

Este é um dos jogos mais importantes da história da Seleção Espanhola e um dos poucos cujas memórias sobreviveram a diferentes gerações. Todos se lembram de onde estavam naquela noite e contaram isso aos mais novos. A Espanha precisava vencer por pelo menos 11 gols para ultrapassar os holandeses na tabela de qualificação para o Campeonato Europeu de 1984. A seleção nacional ficou com o vice-campeonato daquele Euro após o erro fatídico de Arconada, mas isso é outra história.

FC Barcelona – Paris Saint-Germain – 03/08/2017

Noite lendária no Camp Nou, onde mais uma vez foi exemplificado que existem milagres no futebol e mais ainda na Liga dos Campeões. O Barça teve que voltar do doloroso 4 a 0 em Paris, confiando no MSN para tal desafio. Após fazer o 3 a 0 logo no início do segundo tempo, Cavani aproveitou os espaços para diminuir a diferença. Foi Neymar quem assumiu a responsabilidade, marcando em cobrança de falta e pênalti, deixando nos acréscimos um cruzamento suave perfeito para Sergi Roberto fazer o 6 a 1 final, deixando a arquibancada em frenesi e completando a reviravolta na história do futebol. a equipe catalã.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *