Atualidade

Árvores para ‘arrefecer’ o Alentejo

- publicidade -

A ideia é da empresa Science Retreats, de Miguel Bastos Araújo, professor e investigador da Universidade de Évora e galardoado em 2018 com o Prémio Pessoa, e pela Globalmoza – Partnerships for Humanity.

Designado como ‘Além Risco’, o projeto pretende envolver as populações dos 14 municípios do Alentejo Central na plantação de 50 mil árvores nos aglomerados urbanos, para reforçar a sua adaptação face a ondas de calor.

A apresentação e lançamento do projeto decorre este domingo, Dia Mundial da Árvore e da Floresta, com ações em Évora e em Alandroal.

‘Além Risco’ tem um horizonte de implementação de dois anos, com a plantação de 50 mil árvores nos 14 municípios do distrito de Évora, integrados na CIMAC, e assim reduzir as ‘ilhas de calor’ e as taxas de morbilidade e mortalidade causadas pelas ondas de calor extremo que afectam sobretudo a zona do Alentejo Central.

Os três eixos de atuação do projeto passam pela elaboração de um manual de boas práticas, com diretrizes técnicas sobre como criar uma estrutura verde de caráter urbano, para reduzir as temperaturas altas em períodos estivais, a realização de uma campanha de sensibilização e de construção de parcerias para plantar as árvores em todos os aglomerados urbanos da região e, em terceiro lugar, o desenvolvimento de laboratórios vivos onde se plantarão árvores com as comunidades locais.

O projeto, além de envolver a CIMAC, é apoiado por diversas entidades, como as fundações Calouste Gulbenkian e Eugénio de Almeida, Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo, Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva ou Cooperativa Herdade Freixo do Meio.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui