JustiçaMontijo

Apresentações diárias para homem que tentou matar genro na Atalaia

- publicidade -

O Ministério Público apresentou a interrogatório judicial, esta quinta-feira, um detido indiciado pela prática dos crimes de homicídio qualificado na forma tentada e de detenção de arma proibida.

Os factos remontam à noite de 19 de janeiro de 2021 e tiveram lugar na Atalaia, Montijo, quando o arguido, na sequência de uma discussão à porta da sua residência, disparou contra o genro.

tarot terapêutico

Durante a discussão o homem foi buscar uma arma e apontou-a ao tronco e cabeça do ofendido, com a intenção de atingir órgãos vitais, mas acabou por ferir a vítima numa perna, primeiro porque a arma encravou e depois por força da intervenção da sua mulher que lhe puxou o braço enquanto disparava.

Após interrogatório e em consonância com o promovido pelo Ministério Público, o juiz determinou que o arguido ficasse sujeito a apresentações diárias ao órgão de polícia criminal da sua área de residência e às proibições de contactar, por qualquer meio, com o ofendido, de frequentar o local da residência deste e de deter ou adquirir qualquer arma ou objeto que se destine a agressões contra pessoas.

A investigação prossegue sob direção do Ministério Público do Montijo, do DIAP da Comarca de Lisboa, coadjuvado pela GNR do Montijo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui