AtualidadeCrimeJustiça

Apreendidos 30 fardos de haxixe em águas internacionais numa operação conjunta das autoridades

- publicidade -

A Autoridade Marítima Nacional, a Polícia Judiciária, a Força Aérea e a Marinha Portuguesa, realizaram ontem uma operação conjunta em águas internacionais, a sul de Portugal, da qual resultou a detenção de um individuo e a apreensão de 30 fardos, num peso total aproximado de 1100 kg de haxixe, e de uma embarcação de recreio, por fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes.

Uma monitorização aérea efetuada por uma aeronave da Força Aérea, detectou uma situação suspeita de transporte de estupefacientes por via marítima, a cerca de 50 milhas náuticas (aproximadamente 92 quilómetros) a sul do território continental.

Perante isto foi desencadeada uma operação conjunta, em articulação entre o Comando Regional da Policia Marítima do Sul e a Polícia Judiciária, com empenhamento de duas embarcações de alta velocidade da Polícia Marítima, uma lancha de assalto rápido, com elementos do pelotão de abordagem da Marinha e da Polícia Marítima, e uma lancha de fiscalização rápida da Marinha.

«Após a abordagem bem sucedida à embarcação suspeita, verificou-se que se tratava de uma embarcação de recreio com pavilhão português, com um tripulante a bordo e com cerca de 30 fardos de haxixe no seu interior, tendo a embarcação sido, posteriormente, conduzida para o porto de Faro» refere a nota de imprensa da Autoridade Marítima.

Como medida cautelar, foram apreendidos os 30 fardos de haxixe, bem como a embarcação de recreio.

O tripulante da embarcação, um indivíduo do sexo masculino com cerca de 35 anos de idade, foi detido e será presente no Tribunal em Loulé.

A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária, no âmbito de um inquérito cuja direção está a cargo do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo