CrimeMontijo

Apreendidas cinco toneladas de amêijoa-japonesa no Montijo impróprias para consumo

Apreensão de mais de cinco toneladas e meia de amêijoa-japonesa

- publicidade -

O Comando Territorial de Setúbal da GNR informa em comunicado que, através do Posto Territorial do Montijo, no dia 27 de fevereiro, foram apreendidos mais de cinco toneladas e meia de amêijoa-japonesa (Ruditapes philippinarum), com o valor estimado de 55 mil euros, na localidade do Montijo. 

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da Guarda detetaram vários indivíduos a efetuar a trasfega de mais de cinco toneladas e meia de bivalves, armazenados e acondicionados em sacos de rede, entre duas viaturas, os quais foram apreendidos em virtude de não se fazerem acompanhar do documento de registo de moluscos e bivalves vivos, documento essencial para determinar a sua proveniência e a sua qualidade em termos higiossanitários.

Da fiscalização resultou a identificação de uma mulher de 43 anos, tendo sido elaborado um auto de contraordenação.

Os bivalves foram inspecionados pela autoridade veterinária municipal, que os considerou impróprios para consumo, sendo os mesmos sido encaminhados para destruição.

A Guarda Nacional Republicana alerta que a captura deste tipo de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem do bivalve fulcral para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui