Parceiros
TV e Cinema

Após episódio com Chris Rock, Will Smith resolve sair da Academia

Após dar um tapa em Chris Rock no palco do Óscar, o ganhador do Óscar de Melhor Ator Will Smith resolveu se desfiliar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS).

- publicidade -

Por Vanderlei Tenório

Durante a cerimónia, Smith subiu ao palco e atingiu Rock durante a transmissão depois que Rock fez uma piada sobre sua esposa, Jada Pinkett Smith, comparando sua cabeça raspada com o corte de cabelo usado por Demi Moore em “G.I. Jane – Até ao Limite“. Pinkett Smith sofre de queda de cabelo devido à alopecia.

No início desta semana, a Academia iniciou uma ação disciplinar contra Smith após uma reunião de seu conselho de administração e divulgou um comunicado dizendo que Smith foi convidado a deixar o programa após o tapa, mas que ele recusou. A declaração não forneceu detalhes, mas também reconheceu que a Academia “poderia ter lidado com a situação de maneira diferente”. É uma narrativa muito confusa sobre o que exatamente aconteceu nos bastidores. O certo é que Smith acabou ficando no Dolby Theatre, onde ganhou o prémio de Melhor Ator por sua atuação em “King Richard”.

Em um comunicado obtido pelo The Hollywood Reporter, Smith disse que estava com o coração partido e aceitaria todas as consequências por sua conduta.

Confira:

“Minhas ações na apresentação do 94º Oscar foram chocantes, dolorosas e imperdoáveis. A lista daqueles que machuquei é longa e inclui Chris, sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e o público global em casa”, disse Smith. 

Smith também reconheceu que suas ações ofuscaram outros vencedores da 94ª edição do Óscar.

“Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção por suas conquistas e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema”, afirmou, concluindo com “mudança leva tempo e estou comprometido em fazer o trabalho para garantir que eu nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão”.

O Imbróglio:

Na segunda-feira (28), Smith finalmente se desculpou com Rock, dizendo: “Eu estava fora da linha e estava errado”. Ele acrescentou que reagiu emocionalmente porque “uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim”.

Depois de inicialmente oferecer uma declaração que dizia que não tolerava a violência, a Academia seguiu com duas declarações subsequentes que criticaram Smith com mais força. Na quarta-feira, o grupo disse que Smith violou os padrões de conduta da Academia e que tinha 15 dias para fornecer uma resposta por escrito explicando suas ações. A organização disse que Smith enfrentaria suspensão, expulsão ou outras sanções.

Qual o impacto da renúncia?

A renúncia de Smith significa que ele não pode mais votar no Óscar – mas ele ainda pode ser indicado para futuros prémios da Academia, participar de futuras cerimónias e manter a estatueta que ganhou. Mas a revisão formal da Academia continuará.

O presidente da Academia, David Rubin, respondeu à sua renúncia, dizendo em um comunicado:

- publicidade -

“Recebemos e aceitamos a renúncia imediata do Sr. Will Smith da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Continuaremos avançando com nossos processos disciplinares contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, antes de nossa próxima reunião do conselho agendada para 18 de abril.”

Leia a crítica de Cátia Santos ao filme vencedor do Óscar de Melhor Ator: «“King Richard: Para Além do Jogo” – Eis o Ditador».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário