AtualidadeDistritoLeiriaSociedade

“Apelos para distanciamento social foram cumpridos pelos peregrinos”

Santuário de Fátima justificou-se pela enchente nas celebrações do 13 de setembro, no passado domingo.

publicidade

A enchente em Fátima nas comemorações do 13 de setembro obrigou os responsáveis a impedir mais entradas no recinto. Além disso, choveram críticas nas redes sociais depois das imagens divulgadas. O Diário do Distrito pediu justificações ao Santuário de Fátima relativamente às medidas que foram tomadas:

Na nota, o Santuário esclarece que “este ano, em virtude das circunstancias que o mundo vive, apenas 10 grupos [em vez dos 570 habituais] se fizeram anunciar nos serviços do Santuário de Fátima. Também a nova normalidade tem trazido a Fátima muitos fiéis pelo facto da missa dominical se realizar num espaço aberto e amplo, como é o Recinto de Oração do Santuário de Fátima”.

O facto da peregrinação se realizar a um fim-de-semana “trouxe também mais gente que o habitual nesta peregrinação de Setembro. Durante a celebração, foram deixados apelos constantes para o cumprimento das regras de distanciamento social, chamadas de atenção que foram bem recebidas pela multidão de peregrinos, que se dispersou pelo extenso Recinto de Oração.

A partir do momento da comunhão, houve necessidade de impedir mais entradas, pois verificou-se que a ocupação segura estava alcançada no conjunto dos espaços.

O Santuário sublinha que a lotação máxima “obedece às orientações acertadas entre a Conferência Episcopal Portuguesa e a Direção-Geral da Saúde e corresponde a um terço do espaço que normalmente estava acessível aos peregrinos antes da pandemia.

Neste tempo de pandemia, os peregrinos de Fátima têm mostrado sempre um grande cuidado. A grande maioria usa máscara e procura manter o distanciamento“.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui