Parceiros
AtualidadeDestaque
Em Destaque

António Costa estranha pedido da Câmara de Setúbal ao MAI

O pedido da Câmara de Setúbal para uma investigação por parte do MAI, causou estranheza ao primeiro-ministro que avançou este domingo que o pedido foi encaminhado para o Ministério da Coesão Territorial e Proteção de Dados. A Câmara de Lisboa também com a mesma situação de cedência de dados à Russia acabou condenada em cerca de 1M€.

- publicidade -

Aos jornalistas, o primeiro-ministro confirmou que a Câmara Municipal de Setúbal terá enviado um pedido ao Ministério da Administração Interna (MAI) para investigar o caso dos dados pedidos na receção aos refugiados ucranianos, pedido esse que era feito nas instalações municipais, situadas no Mercado do Livramento, por Igor Kashin, um dirigente associativo da Associação de Imigrantes dos Países de Leste.

António Costa adiantou no entanto que “foi feito um pedido da Câmara Municipal de Setúbal ao MAI para investigar o caso, não sei bem porquê este pedido ao MAI, se existem outras entidades que tem legitimidade para investigar o caso, como a Proteção de Dados e o Ministério da Coesão Territorial que tutelas as autarquias“, o pedido da Câmara Municipal de Setúbal foi transferido para as duas entidades que vão prosseguir com a investigação ao caso.

Lembrar que a Câmara Municipal de Lisboa foi condenada a uma coima de cerca de 1 milhão de euros por ter fornecido dados de ativistas russos em Lisboa.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário