AtualidadeDestaque

António Costa deixa “cair” aeroporto do Montijo e refere novo aeroporto

- publicidade -

O Parlamento está reunido desde o início desta manhã de quarta-feira, 30 de outubro, a discutir o programa do novo Governo de António Costa, o maior Governo desde 1974. De todas as bancadas a oposição as criticas tem surgido contra o aumento de governantes, André Ventura, do partido Chega, lembrou António Costa sobre o excesso de gasto com o aumento do Governo, lembrando ainda que “o Governo queria eliminar gorduras na administração pública“.

Na intervenção de António Costa às questões apresentadas pela líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, o primeiro-ministro referiu-se ao novo aeroporto internacional, nunca mencionando o Montijo.

Na intervenção, António Costa, realçou que “os dez mil milhões de euros de investimento público que estão lançados“, o primeiro-ministro destacou o novo aeroporto, numa breve hesitação, o governante limitou-se a chamar-lhe de internacional, o investimento que vai ser feito em conjunto com o novo terminal Vasco da Gama, foram os dois exemplos de investimento que António Costa deu na intervenção que fez de respostas ao Bloco Esquerda. Investimentos muito significativos nesta legislatura e que vão reforçar as <<nossas infraestruturas>>.

Setembro sem opção B

Foi durante um almoço promovido pela Confederação do Turismo de Portugal, que o primeiro-ministro terá garantido que não existia nenhum “plano B” para o Montijo, caso o estudo de impacto ambiental chumbasse a intenção da VINCI e do Governo em construir o novo aeroporto complementar na BA6. O que iria prejudicar fortemente o crescimento económico e turístico de Portugal.

Em menos de um mês, António Costa parece ter um novo “plano B” para colocar o aeroporto noutro local.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo