Bragança

Antiga freira acusada de desvio de centenas de milhares de euros em julgamento

- publicidade -

Começou esta terça-feira a ser julgada no Tribunal de Bragança uma antiga freira de Cerejais, em Alfândega da Fé, acusada de dois crimes de abuso de confiança e um crime de furto qualificado pelo alegado desvio de cerca de 340 mil euros em dinheiro e de bens do Centro Social e Paroquial daquela aldeia, onde trabalhou vários anos dos 42 enquanto freira.

A antiga religiosa, actualmente com 75 anos, não vai assistir ao julgamento porque o tribunal aceitou um requerimento da defesa onde se solicita que não acompanhe as sessões “tendo em conta a idade avançada da arguida”.

Idalina Jacinta é acusada pelo Ministério Público (MP) de desviar de fundos, resultado dos pagamentos dos utentes do lar de idosos da IPSS, e de donativos que os peregrinos deixavam no santuário, além de outros bens.

Os desvios foram confirmados em julgamento pela técnica da Segurança Social que realizou a auditoria às contas do Centro Social e Paroquial de Cerejais, “através do cruzamento de documentos e de depósitos bancários”.

Os crimes terão ocorrido entre 2007 e 2010, quando a antiga freira era tesoureira e responsável pela gestão da IPSS, segundo a acusação do MP.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *