AtualidadePolítica

André Ventura quer acabar com feriado do 5 de Outubro

- publicidade -

O polémico líder demissionário do Chega voltou a lançar a discussão nas redes sociais com uma publicação onde defende o fim do feriado do 5 de Outubro e acusa as ‘cortes socialistas’ de amiguismo e corrupção.

Neste post colocado há cerca de duas horas André Ventura refere que «Devíamos acabar com este feriado. Para além de ninguém ligar nenhuma, as famílias que dominavam Portugal em 1910 foram apenas substituídas, hoje em dia, pelas cortes socialistas, muitas vezes da mesma família também. E, tal como nessa altura, estamos atolados em corrupção e a empobrecer todos os dias!».

No entanto, e se normalmente os posts de André Ventura até têm bom acolhimento por parte dos cibernautas que seguem a página do líder do Chega, esta proposta não agradou à maior parte dos cerca de 400 comentadores que deixaram a sua opinião.

Desde críticas por ‘acabar com um feriado que foi reposto’ até a acusações de ignorância por ser esta a data em que se assinala também a assinatura do Tratado de Zamora assinado em 5 de Outubro de 1143, muitos foram os que não concordaram com a postura.

O feriado, que durante a governação do PSD/CDS e Troika foi suspenso, parece ter vindo para ficar, quer se celebrem os 111 anos da República, ou os 878 anos da constituição do Condado Portucalense.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo