JustiçaSeixal

Amora | Quinze pessoas acusadas de tráfico de estupefacientes e apreendidos 15 quilos de droga

O Ministério Público do Seixal deduziu acusação contra 15 arguidos pela prática um crime de tráfico de estupefacientes, 4 destes estão ainda acusados da prática de um crime de detenção de arma proibida.

Conforme a acusação a que o Diário do Distrito teve acesso, «pelo menos desde outubro de 2019 e até finais de maio de 2022, dois dos arguidos dedicaram-se à atividade de compra e venda de produtos estupefacientes, nomeadamente canábis, cocaína e heroína, essencialmente na zona da Cruz de Pau, na Amora.


Os arguidos compravam o produto estupefaciente a outros arguidos, levavam-no para o interior da Quinta da Princesa e entregavam-no aos restantes arguidos que o vendiam por conta daqueles dois arguidos.»

Um dos arguidos tinha sido presente a primeiro interrogatório judicial em abril de 2022, altura em que um seu colaborador já era arguido nos autos.

Realizadas diligências de busca, foram apreendidos mais de 15 quilogramas de canábis.

Três dos arguidos vão aguardar o desenrolar do processo sujeitos à medida de coação de prisão preventiva e outros quatro estão obrigados a apresentações periódicas às autoridades.

A investigação foi dirigida pelo Ministério Público do Seixal do DIAP da Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da Polícia de Segurança Pública.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.