AMARSUL não satisfaz necessidades da população de Pinhal Novo

AMARSUL reduz capacidade de contentores de reciclagem e passeio na vila de Pinhal Novo. O serviço está a ser contestado pela população

0
437
Tempo de Leitura: 1 minuto

Com a retirada dos Eco-Pontos e a colocação de novos contentores de baixa densidade, a população de Pinhal Novo, concelho de Palmela, tem demonstrado descontentamento com esta nova decisão da empresa de reciclagem.

O desanimo é geral e as críticas vão surgindo nas redes sociais a dar conta do descontentamento sobre a colocação dos novos contentores. O Diário do Distrito sabe que a empresa de reciclagem terá gasto cerca de 300 mil euros na compra dos novos contentores, e que os mesmos não estão a resultar no préstimo de serviço à comunidade.

Para além da compra dos novos e pouco funcionais contentores, a empresa mais 44 mil euros em serviços de fiscalização à empreitada de construção na via pública de gares para colocação de contentores de resíduos, uma obra que também é reclamada pela população, pois tratou-se de reduzir em algumas partes de passeio na vila.

Diário do Distrito pediu junto da AMARSUL mais esclarecimentos e até à data não obtive quaisquer declarações por parte da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome