Economia

Alojamento e Restauração são mais afetados durante o segundo confinamento

Alojamento e Restauração tiveram uma redução de 96% nos negócios

- publicidade -

Um inquérito realizado às empresas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e pelo Banco de Portugal revelou que na primeira quinzena de fevereiro apenas 62% das empresas dos Setores do Alojamento e da Restauração permaneciam em funcionamento.

Os dados foram agora revelados pela AHRESP e indicam que os setores do Alojamento e da Restauração concentraram ainda a maior percentagem de empresas a assinalar uma redução no volume de negócios (96%).

No total da economia, 68% das empresas estimam conseguir permanecer em atividade por um período superior a seis meses, e nos setores do Alojamento e da Restauração apenas 26% das empresas afirmam conseguir subsistir por um período superior a seis meses.

Nestes setores, 77% das empresas referiram ter reduzido o pessoal ao serviço, sendo essa redução superior a 75% do pessoal em 25% das empresas.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo