Parceiros
AlmadaCultura

Almada | Festival de Almada – A Coragem da Minha Mãe

Este texto, estreado em 1979, consiste na resposta subversiva de George Tabori à aplaudida Mãe Coragem, de Brecht. 

Tendo sido originalmente escrita como um conto, a peça consiste numa homenagem à mãe do dramaturgo húngaro e está impregnada de doçura e lirismo, honrando uma mulher que conseguiu convocar a sua coragem num momento inesperado, salvando-se do inferno. 


Tendo como ponto de partida a história real da sua mãe, Tabori relata como Elsa, com cinquenta e cinco anos, sendo presa em Budapeste no Verão de 1944 e deportada juntamente com quatro mil judeus, consegue salvar-se, defendendo que a sua prisão é ilegal. Em vez de seguir para Auschwitz, dá por si num comboio de regresso a Budapeste. 

Em A coragem da minha mãe não faltam episódios cómicos, de sugestão surreal, e muitas vezes em tom de farsa. Na verdade, os textos de Tabori costumam fazer rir ou, pelo menos, repetidamente sorrir. Aquilo a que chama vagamente a sua “abordagem dialéctica” consiste, na verdade, num teatro que promove a subversão, a interpolação, a fragmentação e a inversão de expectativas. O autor falava deste seu texto como “uma paródia a um conto de fadas dos tempos modernos”.

A coragem da minha mãe

Artistas Unidos

De George Tabori

Encenação Jorge Silva Melo

Tradução Antonio Carlos Conde

Com Pedro Carraca, Antónia Terrinha, Hélder Braz e vozes de Carla Bolito, Américo Silva, Pedro Caeiro, António Simão, João Meireles, Tiago Matias, Nuno Gonçalo Rodrigues, e Jorge Silva Melo

Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves

Luz Pedro Domingos

Som André Pires

M/12

1h30 aprox.

Salão de Festas da Incrível Almadense, de 11 a 13 de Julho, segunda e quarta-feira às 21h30, terça-feira, às 18h30

- publicidade -

Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.