Parceiros
AlmadaAtualidadeDistritoSeixal

Almada e Seixal com maiores subidas nas rendas no distrito

- publicidade -

Os valores da renda mediana de novos contratos cresceram 8,3% e número de novos contratos aumentou 6,2% no quarto trimestre de 2021, segundo os mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística.

Nos últimos três meses de 2021 a renda mediana dos 23.394 novos contratos de arrendamento em Portugal atingiu a média dos 6,25€/m2.

Este valor dos novos contratos de arrendamento representa um crescimento homólogo de +8,3% no país, superior ao observado no trimestre anterior (+7,6%), e também o número de novos contratos de arrendamento registou um aumento perante o período homologo de +6,2%.

Face ao 4.º trimestre de 2020, a renda mediana aumentou em 21 das 25 sub-regiões NUTS III, salientando-se com os maiores crescimentos a sub-região Região Autónoma dos Açores (+12,6%), Beira Baixa (+12,5%) e Alentejo Litoral (+10,1%).

As rendas mais elevadas registaram-se na Área Metropolitana de Lisboa os preços rondam em média os 9,20€/m2, seguindo-se a região do Algarve com 7,07€/m2, a Área Metropolitana do Porto com 6,84€/m2 e Região Autónoma da Madeira com uma média de 6,70€/m2.

No mesmo período, verificou-se um aumento homólogo da renda mediana nos 24 municípios com mais de 100 mil habitantes (22 municípios no trimestre anterior), e os municípios com valores de novos contratos de arrendamento mais elevados são: Lisboa (11,54€/m2) Cascais (11,29 €/m2), Oeiras (10,21€/m2) e Porto (9,15€/m2), que registaram um crescimento homólogo do valor das rendas inferior ao do país (+3,9%, +7,8%, +5,5% e +7,5%, respetivamente).

No distrito de Setúbal, são os concelhos de Almada e do Seixal que apresentam os valores mais elevados.

Arrendar casa em Almada tem um custo de 9,04€/m2 (+9,8%), e no município do Seixal, o valor de arrendamento é de 7,28 €/m2 (+10,5%).

Almada coloca-se assim como o quinto município com os valores de arrendamento mais elevados, ultrapassando os municípios de Odivelas (8,89€/m2), Loures (8,31€/m2) e até a Amadora (9,03€/m2).

Acima de Almada em termos de preços, só mesmo Lisboa (11,5€/m2), Cascais (11,3€/m2), Oeiras (10,2€/m2) ou Porto (9,15€/m2).


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário