AlmadaUncategorized

Almada chora morte de empresária Mónica Ferreira

Proprietária do instituto de beleza DaySpa By Mónica F não resistiu aos ferimentos provocados por choque em cadeia no Eixo Norte-Sul.

- publicidade -

Almada chora morte de empresária Mónica Ferreira

Proprietária do instituto de beleza DaySpa By Mónica F não resistiu aos ferimentos provocados por choque em cadeia no Eixo Norte-Sul.

Mónica Carvalho Ferreira, proprietária do instituto de beleza DaySpa by Mónica F, foi a única vítima mortal do choque em cadeia que aconteceu esta terça-feira, um de setembro, à tarde, no Eixo Norte-Sul, no sentido Lisboa-Almada, perto da saída de Telheiras. Tinha 60 anos.

A notícia que era a empresária a vítima mortal deste aparatoso acidente espalhou-se rapidamente nas plataformas sociais ligados ao município de Almada, gerando uma onda de consternação entre os internautas da cidade.

A notícia oficial da morte da carismática empreendedora almadense chegou através de um comunicado partilhado nos sites de redes sociais da empresa de Mónica Ferreira.

As cerimónias fúnebres da proprietária do estabelecimento aconteceram entre quinta-feira, dia três de setembro, e sexta-feira, quatro de setembro e contou apenas com familiares e amigos próximos.

Figuras de Almada lamentam perda

Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada, reagiu à morte de Mónica Ferreira através de um texto emotivo na plataforma social Facebook.

“Foi um choque […]. Um choque a que se seguiu uma profunda tristeza. A Mónica […] era sempre desafiante. Uma mulher determinada, franca e directa. Com um sorriso ou riso inteligente e provocador. Uma mulher de fibra com quem muito gostei, desde o primeiro instante, conversar, debater, planear.”, escreveu a socialista que está agora aos comandos do município almadense.

A atriz Iolanda Laranjeiro, natural desta cidade, também não deixou de expressar a sua opinião sobre a morte da empresária. “A Mónica Mulherão”, anotou nas plataformas sociais.

David Xavier, cabeleireiro conhecido a nível nacional e almadense também reagiu a esta perda. “Estou em choque. Ainda me custa a acreditar. É mentira, não é? Eras, és e serás sempre uma referência para mim. A nossa Almada vai sentir a tua falta. O nosso mundo da beleza ficou literalmente mais pobre.”, pode ler-se nos meios de comunicação digital do artista de cabelos.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo