Almada

Almada apoia criação teatral em 2021

A Câmara Municipal de Almada aprovou as condições de participação para 2021 do Apoio à Criação Teatral e à Mostra de Teatro de Almada.

- publicidade -

A Câmara Municipal de Almada aprovou “as condições de participação para 2021 do Apoio à Criação Teatral e à Mostra de Teatro de Almada, no valor de 88 mil euros”, pode ler-se na nota enviada ao nosso jornal.

“O período de candidaturas ao Apoio à Criação Teatral em 2021 decorre de 3 a 15 de dezembro”, e vão poder candidatar-se “a apoio do Município de Almada entidades legalmente constituídas, com atividade regular no contexto das artes performativas”.

A autarquia informa que a “formalização da candidatura deve ser efetuada na Plataforma de Benefícios Públicos, de acordo com os critérios de elegibilidade do Regulamento Municipal Regulamento Municipal de Apoio ao Movimento Associativo”.

Os resultados serão divulgados a 23 de dezembro de 2020. A linha de apoio à produção teatral tem como objetivos:

  • “Estimular a criação artística dos grupos ou estruturas associativas que desenvolvem uma atividade regular nas artes performativas e fomentar a apresentação das suas produções no território de Almada;
  • Promover a pesquisa, a experimentação, a criação e a inovação artísticas dos grupos ou estruturas associativas;
  • Qualificar e contribuir para a autonomização das estruturas criativas, valorizando a apresentação das suas produções no concelho de Almada;
  • Normalizar o apoio prestado pelo município de Almada, estabelecendo condições comuns, contribuindo, desta forma, para o incremento quantitativo e qualitativo da oferta e da prática cultural no concelho;
  • Promover a formação de públicos e o desenvolvimento do gosto pela atividade artística junto das comunidades”.

A apresentação de candidaturas acontece em maio de 2021.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui