DestaqueDistritoDistrito SetúbalSociedade

Alerta vermelho na cadeia de Setúbal

publicidade

O Sindicato Nacional dos Guardas Prisionais está preocupado com a situação que se vive no Estabelecimento Prisional de Setúbal, o sindicato afirma que existem duas dezenas de pessoas, entre guardas prisionais e funcionários com o bacilo de tuberculose. Esta semana os profissionais ficaram a saber que o EPS não conta com o médico, porque o profissional de saúde reformou-se.

Os doentes estão a ser acompanhados pelo Centro de Doenças Pulmonares de Setúbal, mas a medicação não é renovada por falta do médico. Os Serviços Prisionais já vieram dizer que não existe nenhum surto da doença e que só um caso é que deu positivo e que está a ser acompanhado com tratamento preventivo.

Em relação à colocação de um médico no EPS, os serviços não responderam aos media que questionaram sobre o assunto.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui