O homem que trabalhava e residia no Campo de Tiro (Alcochete), no distrito de Setúbal, foi encontrado morto no interior daquele espaço militar, o anuncio foi feito pela Força Aérea. Em campo está a Polícia Judiciária Militar (PJM) que tomou conta da ocorrência.

PRESSWORLD | Lusa

Foi em comunicado que a Força Aérea Portuguesa anunciou que foi encontrado no interior do Campo de Tiro, em Alcochete, o corpo de um homem que trabalhava naquele equipamento militar, desempenhando funções de pastor. O corpo foi encontrado pelas 09h00 de hoje, e para o local foram acionados os meios do INEM, que confirmaram o óbito do homem. Aquela força militar acionou ainda a Polícia Judiciária Militar que esteve no terreno a recolher provas para investigação.

O caso está sob a alçada da PJM não sendo acionada a Polícia Judiciária de Setúbal nem de Lisboa.

Um fonte ligada à Defesa, contou que foi um militar que se encaminhava para o seu posto de trabalho que terá dado com o corpo do homem, com idade compreendida entre os 55 e os 60 anos, o pastor foi contratado há cerca de uma semana para substituir o anterior trabalhador, junto do rebanho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here