Depois de algumas manobras para despistar os media, Bruno Carvalho ex-presidente do Sporting Clube Portugal foi levado para o Posto Territorial da GNR em Alcochete.

Bruno Carvalho poderá ser acusado de vários crimes destacando-se o de terrorismo depois de a justiça acreditar que o ex-presidente do Sporting Clube Portugal terá sido o mandante do ataque aos jogadores e treinador na Academia do Sporting, em Alcochete a 15 de maio deste ano. Bruno Carvalho foi detido ontem pelas 18h00 e a sua casa no Lumiar foi alvo de buscas por parte do Núcleo de Investigação Criminal daquela força de segurança. O ex-dirigente do SCP foi levado para o Destacamento da GNR de Intervenção na Pontinha, Lisboa e há poucos minutos chegou num carro descaraterizado ao Posto Territorial de Alcochete, depois de várias manobras por parte da GNR para despistar os media.

O advogado de Bruno Carvalho esteve em Alcochete onde esteve com o cliente e no fim da visita afirmou que a <<condições em que se encontra Bruno Carvalho não são as melhores>>.

O ex-presidente do SCP poderá ser ouvido pelo juiz Jorge Delka na próxima terça-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here