AtualidadeEconomia

AHRESP defende prorrogação das Moratórias Bancárias e criação de Planos de Amortização

Empresas não terão capacidade para retomar o cumprimento das obrigações

- publicidade -

A AHRESP defende a prorrogação das moratórias bancárias até 30 de junho de 2022, por considerar que apenas assim as empresas podem ser apoiadas na sua recuperação.

A Associação de Hotelaria quer também que estas moratórias sejam seguidas de um plano de amortização de médio e longo prazo para todos os empréstimos que se encontram ao abrigo dessas moratórias.

Segundo a AHRESP «os planos de amortização revelam-se essenciais, uma vez que após o término dessas moratórias as empresas não terão capacidade para retomar o cumprimento das suas obrigações na mesma proporção do período pré-pandemia, pelo que os prazos de amortização devem ser prorrogados no mínimo por mais 10 anos, reduzindo significativamente os encargos das empresas».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui