coronavírusEconomia

AHRESP apela à GNR e PSP para ‘não obstaculizarem’ os serviços de take-away

- publicidade -

A AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal lançou um apelo às forças de segurança, «particularmente à GNR e à PSP» para que «não obstaculizem o funcionamento dos estabelecimentos de Restauração e Similares nas modalidades de take-away (que inclui o drive thru) e entregas ao domicílio, permitido pela atual lei».

Num comunicado a Associação esclarece que «os estabelecimentos de restauração e similares podem funcionar de acordo com o horário de funcionamento para o qual se encontram autorizados».

tarot terapêutico

Segundo a nota, «nas modalidades de venda permitidas podem praticar os seus horários normais, isto é, os horários que (dentro dos limites aplicáveis em função do município em que se localizem) praticariam se nunca tivessem existido limitações especiais resultantes das medidas de combate à doença COVID-19».

Assim sendo, a AHRESP esclarece que estes «não estão sujeitos à obrigatoriedade de encerramento às 20h00 durante a semana e às 13h00 aos fins-de-semana e feriados».

A AHRESP lamenta que «a ação das forças de segurança tem feito com que muitos estabelecimentos, perante a incerteza gerada, optem por não funcionar, com todos os prejuízos que isso acarreta, quer para os próprios, quer para a nossa economia».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui