Agente da PSP suspenso por usar pulseira e caneta do Movimento Zero

Um agente da PSP do COMETLIS foi castigado com cinco dias de suspensão por se apresentar ao serviço com uma pulseira e uma caneta do Movimento Zero.

0
91
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Um agente da PSP pertencente ao COMETLIS – Comando Metropolitano de Lisboa foi castigado com cinco dias de suspensão por se apresentar ao serviço com uma pulseira do Movimento Zero, e uma caneta da mesma organização.

No documento de acusação, elaborado pelo Núcleo de Deontologia e Disciplina, pode ler-se que «No dia …. no interior da Esquadra de serviço e uniformizado, o arguido ostentava no pólo do uniforme, no braço esquerdo e de forma visível, uma caneta com o logotipo e a inscrição ‘Movimento Zero’, pelo que lhe foi determinado pelo Comandante da Esquadra que a retirasse sob pena de não entrar ao serviço, ao que o arguido respondeu que não retirava e não entrava ao serviço se tal não fosse permitido», uma situação que ocorreu em três dias diferentes, segundo a nota acusatória.

Perante ‘os factos’, o instrutor do processo e «face à prova recolhida», com testemunhos de outros agentes, aplicou como pena sindi dias de «suspensão simples».

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome