Opinião

Adultério: Como o PS mete os palitos aos seus votantes

- publicidade -

Este é sempre um tema difícil de abordar e discutir, uma vez que as pessoas, na sua natureza mais básica de ser humano, têm dificuldade em admitir ou assumir que foram enganadas, no entanto, a verdade é que, apesar de o PS se estar progressivamente a tornar num partido anti touradas, António Costa não deixa de cravar um bom par de bandarilhas aos seus votantes.

Uma recente Sondagem da Aximage para o DN/JN/TSF mostra-nos um dado muito curioso: É entre as pessoas com mais de 64 anos que o PS tem mais apoio, ou seja, os reformados são o grande trunfo eleitoral de Costa, sendo que são precisamente o grupo social mais ludibriado pelas chicuelinas desta solução de governo. O efeito psicológico causado pelo simples ato de, ao final de cada mês, se ter mais 10€ na carteira, esconde completamente o assalto fiscal encapotado feito através do aumento dos impostos indiretos e da inflação sobre diversos produtos e serviços da nossa economia. Se o pensionista em questão tiver o azar de ter um carro (um perigoso luxo burguês e ultra capitalista que tem de ser taxado), uma casa (outro luxo desses lacaios da reação! Como pode alguém ousar ter uma casa?) rapidamente os 10€ se desfazem com os constantes aumentos do Imposto Único de Circulação, da taxa do carbono nos combustíveis, imposto de selo, IMI, Luz, Água e Gás. Resumindo: O reformado não ganha nada, e já vai com sorte se não perder poder de compra. Se o reformado em questão tiver os vícios do tabaco ou gostar de beber um copo de vinho à refeição, então aí é certo que o tradicional aumento de 10€ ainda deixa o idoso a perder dinheiro ao final do ano. Se o pobre pensionista gostar dos sacos de plástico do Pingo Doce então aí fica completamente arruinado, e a tourada em vez de terminar com uma pega de caras, termina com a morte do toiro na arena. Aquele que tem sido o grande argumento eleitoralista do PS junto da faixa etária onde tem maior proporção de votantes é, afinal de contas, um grande embuste. O aumento extraordinário de 10€ nas pensões mais baixas é facilmente engolido pelo aumento do custo

Resta agora por fim questionar como é que a direita portuguesa vai mostrar a estas pessoas que estão a ser alvo de um adultério por parte do PS? Uma faixa etária onde a maior parte das pessoas não tem mais do que

o 4º ano de escolaridade e mal acabado: Como irão eles entender estas contas e perceber que estão a ser enganados? Como se irá quebrar o efeito psicológico de se ter mais 10€ na carteira sem se perceber que se está a gastar ainda mais? É preciso chegar até este eleitorado e mostrar-lhes as contas de forma simples e fácil. A literacia financeira é um pilar para a economia de qualquer sociedade pois permite que um povo não se deixe enganar ou tourear.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *