Administração do HGO admite reabrir Urgências Pediátricas faseadamente em Abril

Luís Amaro admite que as urgências pediátricas nocturnas no Hospital Garcia de Orta podem reabrir faseadamente a partir de Abril 'se tudo correr bem'.

0
82
Tempo de Leitura: < 1 minuto

As urgências pediátricas noturnas do Garcia de Orta, em Almada, encerradas desde novembro por falta de médicos, podem reabrir progressivamente ‘se tudo correr bem’, a partir de abril, disse esta quarta-feira o presidente do hospital.

O presidente do Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta, Luís Manuel Martins Amaro, foi hoje ouvido na Comissão de Saúde, no parlamento, numa audição requerida pelo PSD, a propósito da degradação das condições de funcionamento dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), e pelo PCP, sobre o encerramento daquele serviço.

Luís Amaro salientou que a anterior administração e a atual têm tentado contornar a falta de médicos pediatras desde 2016, uma situação que levou à necessidade de encerramento das urgências pediátricas duramente o período noturno e aos fins de semana em novembro de 2019.

O administrador espera que ‘na sequência do próximo concurso de abril, se tudo correr como acreditamos que irá correr, teremos condições, de uma forma faseada, abrir a urgência pediátrica 24 horas’.

O Ministério da Saúde anunciou em janeiro que vai avançar com a contratação direta de cinco pediatras para este hospital.

Luís Amaro salientou que, desde 2016 saíram do Hospital Garcia de Orta, em Almada, 14 pediatras, a generalidade porque ‘há um apelo muito significativo por parte de unidades privadas que abriram na grande Almada e na grande Lisboa, através de ordenados que o serviço público não consegue acompanhar e duas por aposentação’.

Em contrapartida, foram contratos três recém-especialistas no mesmo período, sublinhou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome