Almada

A Escola Secundária Cacilhas-Tejo premiada com o selo de distinção no combate ao bullying

A Escola Secundária Cacilhas-Tejo foi premiada pelo programa do Ministério da Educação devido à sua conduta no combate à violência escolar, num dia em que foi divulgado o nº de casos de bullying

No dia 20 de outubro, o dia mundial do combate ao bullying, decorreu na Escola Secundária Cacilhas-Tejo a sessão “Escola sem bullying/ escola sem violência”, um projeto criado pelo Ministério da Educação que visa apresentar medidas de prevenção à violência escolar.

A diretora da Escola Secundária Cacilhas-Tejo Guilhermina Rodrigues, agradeceu a todos os intervenientes da escola por todo o trabalho desenvolvido em prol de um bom ambiente escolar. A mesma afirmou que “no dia em que se comemora o combate contra o bullying, é preocupante os números hoje tornados públicos sobre as ocorrências registadas no ano letivo transato.”

“A escola no meu ponto vista têm um papel primordial no combate ao bullying, somos nós que informamos, somos nós que desmistificamos, somos nós que temos de contribuir para a inclusão na escola e na sociedade.”, disse Guilhermina Rodrigues.

O ano letivo 2022/2023, no primeiro semestre já apresenta “2183 casos de bullying registados” tal como Guilhermina Rodrigues afirma.

De acordo com os dados estatísticos da PSP, esses casos geraram 1192 do sexo masculino e 1000 do sexo feminino. Estes números são alarmantes no combate à violência escolar. A PSP nos seus dados indica que a faixa etária em que existem mais casos de bullying é entre os 12 e 15 anos.

O número de agressores é igualmente bastante expressivo, 2525 são os possíveis suspeitos de incorrerem em violência escolar,

A diretora da Cacilhas-Tejo ainda afirmou que “se calhar existem muitos outros que não chegam à Escola segura.”

Estes números podem representar o aumento do nº de jovens a praticar de forma recorrente o bullying na escola.

Na mesma medida, o ensino presencial após a pandemia regista já no 1°semestre letivo números preocupantes, tal como o Diário de Notícias reporta.

Dentro da sessão teve presente ainda o ministro da educação, João Costa, para representar o programa desenvolvido pelo ministério da educação com o mesmo nome da sessão.

O ministro agradeceu à CMA e à Cacilhas-Tejo, e afirmou que “todas estas escolas que foram distinguidas com este selo, agradeço-vos por este compromisso” e disse que os alunos eram agentes na luta contra o bullying. Destacou ainda que o programa não é para ser “a ação sobre a violência mas sim a prevenção”

Este selo é um marco importante para a Escola Secundária Cacilhas-Tejo, que no ano letivo passado foi considerada a melhor escola de ensino público no concelho de Almada, ficando em 259º lugar no ranking nacional de escolas, tal como indica o Almadense.

Na sessão foram igualmente apresentados alguns websites de apoio tais como o SeguraNet, Sem bullying Sem violência e ainda o espaço da cidadania por parte da DGE (Direção Geral da Educação)

Na sessão foram premiadas com o selo um total de 208 escolas/agrupamentos.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *