Opinião

A (En)comenda

Uma crónica de Pedro Janes

- publicidade -

O parque de merendas da comenda, na Serra da Arrábida, a poucos quilómetros de Setúbal é motivo de profunda desilusão dos Setubalenses, em relação ao executivo camarário.

A governação comunista é quem mais podia fazer para que atualmente os cidadãos de Setúbal pudessem continuar a usufruir do espaço, mas nada conseguiram.

O parque de merendas está inserido na Herdade da Comenda, adquirida há poucos anos por um proprietário que demonstrou desde início, que não se importar com a história de locais e edificações dentro da herdade, em relação às tradições locais.

O executivo camarário não soube encontrar meios para acautelar as tradições locais, que têm grande importância também na economia da região, por serem dinamizadoras do turismo, além da sua quota parte na qualidade de vida dos cidadãos.

A qualidade de vida dos Setubalenses, pela falta de eficácia do governo local, vê-se muito diminuída pela ausência de parque de merendas, pela redução significativa dos trilhos disponíveis para a prática de BTT, pelo impedimento dos Escuteiros em acederem a locais vários no cumprir de atividades com muitos anos, na formação dos jovens e inclusive, foram grandemente reduzidas as condições de utilização da praia de Albarquel, pela subtração do espaço tradicionalmente utilizado para o estacionamento automóvel.

Mas não fosse toda esta realidade já tão penosa, eis que os Setubalenses foram surpreendidos, pelo encerramento repentino do parque de merendas da comenda, no dia seguinte às eleições autárquicas.

Se este encerramento tivesse sido uma semana antes e, é minha convicção, que o vencedor das eleições não tinham sido os herdeiros da anterior gestão cdu.

Não acredito em coincidências.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo