AtualidadecoronavírusDestaque

97 pessoas com Covid-19 detetadas no Aeroporto de Lisboa

- publicidade -

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, está atento à partida e chegada dos passageiros, não só pelas autoridades alfandegárias e policiais, mas também pelas autoridades de saúde que fazem parte de toda a composição do Aeroporto.

A plataforma aeroportuária tem ao seu dispor uma equipa médica que faz um autêntico trabalho de investigação, quer em terra, quer no ar. Essa mesma equipa passa os dias a seguir o rasto de pessoas que viajaram junto de infetados com o novo coronavírus. Quando o alerta é acionado, a equipa de sanidade internacional do Aeroporto Humberto Delgado coloca-se em campo e começa a traçar o risco de infeção de quem seguia no mesmo avião e tornam possível a vigilância ativa dessas pessoas.

Desde março até esta sexta-feira já foram detetados 97 casos positivos à doenças, sendo que um deles se tornou suspeito a bordo de um avião. A própria tripulação que viajava nesse voo reparou que a mulher apresentava sintomas coincidentes com os de covid-19, entraram em contacto com a equipa de sanidade internacional que estava a postos em solo luso para receber a doente.

Quando o avião aterrou já esperavam em terra um enfermeiro e um socorrista com os equipamentos de proteção individual (EPIS) para encaminhar a mulher para uma unidade hospital de covid-19, uma doente sintomática que na chegada ao Hospital de Santa Maria, realizou o teste e deu positivo.

São vários os casos que chegam ao Aeroporto de Lisboa e que são tratados e encaminhados pela equipa de sanidade internacional para os hospitais dedicados ao covid-19.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui